Tensões e conflitos de um Fim

Vida de sapatão não é nada fácil, principalmente quando o assunto é ”fim de relacionamento”, na maioria dos casos fica difícil  sair  ilesa, geralmente uma das partes ainda gosta, e quando rola uma traição?! A sapa pira!Foi mulher, amiga, confidente, companheira e de repete se depara com ”acabou”, ”Você é especial mas…”, sem  falar quando a cabeça da pobre amiga do brejo é enfeitada, sapa sofredora, só no sofrimento…

Vamos analisar as situações,se ela colocou as cartas na mesa, vai doer, porém olhe pelo lado positivo da coisa,  ela foi honesta,  foi sincera, jogou limpo, e quando amamos uma sapa e de repente somos contempladas com um belo par de antenas, nesse caso quem tem o crânio enfeitado é sempre a ultima a saber, fim de relacionamento não deveria existir, isso frusta a mente de qualquer ser mortal.

Pior mesmo é quando enchemos a cara para afogar as mágoas no primeiro bar que aparece, choramos, sofremos, saímos com os amigos, ficamos com outra ou outras (Dependendo da sapatão, é claro!Rs…), mesmo com tudo isso não conseguimos tirar a bendita sapa da cabeça, aquele sentimento ainda te consome como uma praga consumindo uma lavoura.  Oh minha santa caminhoneira das estradas virgens! Nem com reza braba você consegue esquecer essa mulher!

O que fazer amiga do brejo?! Eis a questão!

Quem que nunca passou por essa situação que atire a primeira pedra, pense e reflita em tudo que rolou entre vocês, independente se rolou traição, se esse sentimento  existe e você sofre com ausência dessa sapa, não abra espaço para  o orgulho, vá a luta independente de quem errou, deixe as magoas de lado e de espaço para o amor, mesmo se ela terminou com você reconquiste-a e reinvente, lembre-se respeite o espaço dela sem exageros para a sapa não se sentir sufocada, essa vida é um risco e devemos ariscar, ainda mais quando se trata de sentimento.
E viva o amor! Rs…

Por:  Lú Vieira

Saiba mais sobre Lú vieira CLIQUE AQUI

Falsas héteros

Tem sapatão que foge delas, corre, corre e corre, mas não adianta elas sempre tão ali, não é? As pseudo-heteros fazem parte da tua, da minha, da nossa rotina, sapa nem adianta tentar escapar das garras bem tratadas e pintadas de rosa delas.

Que sapatão nunca se apaixonou por uma delas e morreu de amores? Que sapatão nunca caiu na enrascada dela achar que gosta de ti, mas escolher o namorado no final? É, sapatão sei o quão é difícil e como toda a brejeira se apaixona rápido (leia uma por local) sei que pensou em inúmeros nomes quando falei sobre paixões por elas.

Elas são lindas, delicadas e femininas. Algumas tem um papo legal e outras até curtem aquele vídeo game no final de semana. Vocês vivem grudadas chegam até achar que vocês são um casal, mas ela tem namorado e diz que ta confusa e tem de se afastar de ti, ela pode até te beijar e dizer que não é aquilo que ela queria, ela pode só te provocar por prazer de te ter gostando e correndo atrás dela ou se tu for uma sapata de sorte (biiiiiingo!) ela pode se apaixonar por ti também e vocês viverem um tórrido romance até um bombado aparecer ou até a mãe dela colocar pó de mico na cadeira que ofereceu pra ti sentar quando tu foi na casa dela.

São inúmeras situações, inúmeros casos e alguns finais felizes. O fato é que não se pode fugir dessa espécie de mulher que, na maioria das vezes, te deixa louca.  Não foi encontrado nenhuma cura para o vício brejeiro de se apaixonar por elas, então… Tu ta fudida, amiga sapatão.  O que fazer? Ou tu tenta convencer ela de que tu é toda boa e acaba sendo torturada e massacrada pela sogra ou como eu SEMPRE digo: CORRE PRAS MONTAAAAAANHAS!

P.s: Ruivas não são lindas? Haha.

Por: Karina Soares

Prazer

Um sentimento eterno, de um jeito intenso.
Em um ritmo que só nós conhecemos.
Um ritual, um jogo de sedução.
Beleza nos corpos entrelaçados, desvendando o segredo do toque.
O calor da pele revelando um desejo escondido.
Os milhares de detalhes espalhados nas linhas de um corpo.
Resgatando a urgência de um impulso prazeroso.
Sentimento confidencial de dois corpos.
Uma imagem deslumbrante e mágica de se ver.
Com intimidade e mistério no olhar.
Beleza nas palavras, delicadeza no respirar.
Uma canção feita dos gemidos, linda de se ouvir.
A verdadeira essência de mulher, a feminilidade na cama.
De um jeito que inspira de um jeito que emociona.
Descobrindo a razão de amar.
Satisfazendo a paixão a flor da pele.
Dominando o corpo, invadindo-o de um jeito doce.
Transformando a vida, mudando sentimentos, alimentando a alma.
Os corpos lapidados…
Peles cristalizadas…
Perfumes eternizados no ar, na pele, na seda…
Sensualidade nos beijos, dos lábios esculpidos.
Movimentos jamais esquecidos, tato pulsante.
Corações em sintonia, em ritmo com a música.
Sentindo o sangue ferver e circular na veia.
Partes de nós, se contorcendo com a flexibilidade do corpo.
Hálito se misturando com o fechar dos olhos.
Eternizando momentos, parando o tempo.
Descrevendo o amor em um ato.
Transformando o carinho de uma amizade, em caricias de felicidade.
Revelando a verdadeira intimidade, a sensibilidade da pele.
A suavidade, como água quente, em um ambiente romântico.
Um carinho leve, feito pelas mãos macias, sem ser doloroso.
Com deslizes sem descuidos, sem medo de perder.
Desenvolvendo nosso estilo, descobrindo os movimentos.
Saciando a sede de amar…

Anna Karoline Gonçalves

copyright© – Todos os direitos reservados
Plagio é crime e está previsto. no artigo 184 do código penal.

Dicas de Livros

Para ter acesso as informações sobre o filme, abra a imagem e clique em Permalink

Imagens

Filmes

Para ter acesso as informações sobre o filme, abra a imagem e clique em Permalink