Grupo evangélico vai à parada gay e pede desculpa aos homossexuais

Um grupo de evangélicos compareceu à 13ª Edição da Parada pela Diversidade Sexual, neste domingo (24), em Fortaleza. No Facebook do Evangelho Urbano, os jovens justificaram a presença no evento e pediram desculpa pela forma como a Igreja tem tratados os homossexuais.

“Ontem foi um dia especial! Uma galera de Fortaleza se reuniu para levar amor e a graça de Deus para os participantes da parada gay. A ação contou com distribuição de água, adesivos, abraços, amor e respeito. A ação tinha o objetivo de mostrar que somos contra a homofobia nas igrejas mesmo acreditando que as pessoas não permanecem as mesmas na presença de Deus. O amor de Jesus prevaleceu, glória a Deus![sic].”

Fonte: Jangadeiro Online

Anúncios

Android é marca favorita do público LGBT, afirma pesquisa

De acordo com um relatório da empresa YouGov, o sistema operacional Android é a marca favorita entre o público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

A companhia entrevistou 5 mil consumidores por dia durante 12 semanas – um total de 400 mil pessoas – e constatou que, entre os que se identificaram como gay, lésbica ou transgênero (cerca de 5,25% de todos os questionados), a plataforma para aparelhos móveis do Google se mostrou como a marca preferida desse público.

O mais curioso é que no mesmo estudo, realizado em 2011, o Android sequer contava na lista, quando o YouTube ocupava a primeira posição do ranking. Na lista atual, o iPhone aparece em segundo lugar, seguido do iPad, em terceiro, e da Disneylândia, em quarto. A Samsung figura a sétima posição.

Veja o ranking completo:

(Via via Mashable)

Fonte: Olhar Digital Uol

Vera Fischer vai dar beijo lésbico em peça de teatro após novela

Vera Fischer pretende dar beijo lésbico em peça de teatro após a participação em “Salve Jorge”, próxima novela da Rede Globo para o horário das 21 horas. O nome de espetáculo é “As Lágrimas Amargas de Petra von Kant.

Sem muitos detalhes sobre a personagem nos palcos, Vera comentou sobre a expectativa para a vilã que irá viver na atração global, que tem estreia marcada para o segundo semestre de 2012.

“Uma atriz não pode ter preconceitos”, afirma a atriz, revelando que a personagem irá ter uma relação conturbada com mulheres.

Segundo Vera, a vilã poderá tanto bater quanto cuidar de outras mulheres e é possível que até mesmo um caso amoroso surja no enredo. Para a atriz, este é o personagem mais diferente que já viveu, mas acredita estar preparada para o novo desafio.

Fonte: Notícias Bol

Vagas para o Programa Rio sem Homofobia


O Programa Rio Sem Homofobia está recebendo currículos para preencher as vagas de operadores de telemarketing do Disque Cidadania LGBT – 0800 023 4567 . Os selecionados receberão as demandas da população, como denúncias, orientações, informações e farão encaminhamentos para os órgãos competentes, principalmente os Centros de Referência da Cidadania LGBT.

Os requisitos são:

Ensino médio completo;

Noções de informática e habilidade com digitação;

Experiência em atendimento receptivo e sensibilidade para atender vítimas de discriminação e violência;

Disponibilidade para formação e outras atividades essenciais à função.

A carga horária é de 36h, com turnos de 6h consecutivas de segunda a sábado com um domingo de plantão por mês. O salário é compatível com o mercado. Apenas serão avaliados os currículos enviados para o email riosemhomofobia@social.rj.gov.br entre os dias 1º de junho e 10 de julho.

BOA SORTE!

Seminário Livre focaliza na construção da família para a comunidade lésbica em Los Angeles

A Associação Americana da Fertilidade (O AFA), em colaboração com Califórnia Cryobank, anunciou um seminário livre focado na construção da família para a comunidade lésbica.

O seminário ocorrerá quinta-feira, dia 7 de junho, as 18h30 na Vila na Plaza de Ed Gould, Lugar Norte de 1125 McCadden, em Los Angeles.

A informação crítica sobre o assunto, bem como a escolha de um doador do esperma, a inseminação in vitro para a fecundação (IVF), e a manutenção da saúde da mulher para melhor,  serão alguns dos assuntos explorados de uma maneira descontraída.

“Como a única associação nacional inclusiva da fertilidade, nós estamos honrados para propor este evento em colaboração com a Califórnia Cryobank,” disse Ken Mosesian, diretor executivo Do AFA.

“Encontrar um doador do esperma, selecionar um procedimento da inseminação, e proteger os direitos legais de ambos os pais podem todos ter o impacto financeiro, médico, e emocional a longo prazo significativos em uma família lésbica,” Scottindicado Brown, Diretor da Experiência do Cliente & das Comunicações de Califórnia Cryobank, também estará falando no evento. Uma indicação mais adicional de Scott, “Califórnia Cryobank é por estar orgulhosa de fazer parte desta noite muito importante da educação e do apoio da construção da família.”

Embora a noite é centrada sobre a comunidade lésbica, a família, os amigos, e os suportes são incentivados em também participar.

com informações da News Medical e
SOURCE a Associação Americana da Fertilidade

 Fonte:Agencia Lgbt

Thammy Gretchen não sabe se policial que interpretará em “Salve Jorge” será lésbica

Thammy Miranda, filha de Gretchen, cuja escalação para a novela Salve Jorge causou polêmica na Rede Globo

Escalada para integrar o elenco de “Salve Jorge”, Thammy Gretchen ainda não sabe qual será a orientação sexual de Joyce, papel que interpretará na próxima trama das nove da Globo. Declaradamente homossexual, a cantora – que é filha de Gretchen – conversou por telefone com o UOL e afirmou que ainda não tem muitas informações a respeito da personagem, que será uma policial civil.

“Vou fazer uma policial civil que vai investigar o tráfico humano. Quem vai ser a delegada é a Giovanna Antonelli. Minha personagem vai andar armada na novela. Afinal, não tem como trabalhar em delegacia e não ficar armada”, adiantou. Questionada se a personagem será lésbica, como foi divulgado por alguns veículos de comunicação, Thammy disse ainda não saber. “Ainda não sei se ela será hetero ou gay. A Glória [Perez] quer que ela tenha o meu jeito de ser. O que posso dizer é que ela vai surpreender”, disse.

Thammy contou que a produção da novela pediu que ela não mexa no cabelo para que eles tenham a liberdade de decidir como será o visual da personagem. “Em junho terei uma reunião com a equipe de caracterização e meu visual será definido. Não sei se meu cabelo vai ser comprido, se vou cortar…”, afirmou, fazendo mistério.

Estreante na TV, Thammy lembrou do dia em que recebeu um telefonema de Glória Perez, dizendo que tinha gostado do seu teste e convidando-a para atuar na trama. “Nossa, me surpreendi no dia que ela me ligou. Foi um presente muito grande e vou fazer jus. Não posso decepcioná-la”, contou ela, garantindo que está “super tranquila” com a estreia na TV. “Nunca fiz nada: aula de teatro, curso de interpretação… Mas tem pessoas que nascem para fazer certas coisas. Deve ser talento nato. Talvez tenha nascido com o talento para atuar”, argumentou, acrescentando que Gretchen está “super orgulhosa”.

Como só começa a gravar no início de agosto, Thammy contou que ainda não fez nenhuma preparação especial para a novela. Por enquanto, ela está apenas fazendo algumas visitas a delegacias. “Estou fazendo laboratório direto, visitando a delegacia de um amigo”, contou.

“Salve Jorge” substituirá “Avenida Brasil” no horário nobre da Globo. A trama está prevista para estrear em outubro.

Fonte: UOL

Pastor se recusa a fazer enterro de lésbica

Um pastor da Igreja Luterana da Dinamarca se recusou a enterrar, na região de Northern Jutland, o corpo de uma mulher de 74 anos apenas por ela ser lésbica.

Segundo o site Politiken.dk, após reclamações da família com seus superiores e da repercussão negativa do caso na mídia, o pastor se arrependeu e pediu desculpas aos familiares.

“Olhei para a parceira de minha mãe, e ela ficou em silêncio. Fiquei chateada por ela. Que situação terrível em que foi colocada”, contou Kirsten Østergaard, filha da mulher que faleceu, sobre a companheira da mãe.

Fonte: Parou Tudo

 

Após gravar cenas de sexo lésbico, Leandra Leal é capa da Vip

Leandra Leal é o destaque da revista Vip de junho. A estrela da novela “Cheias de Charme” é capa e recheio de 20 páginas da publicação.
Atualmente, ela interpreta a personagem Rosário, que faz parte do grupo musical formado pelas empregadas domésticas Penha (Taís Araújo), Cida (Isabelle Drummond), rivais de Chayene (Cláudia Abreu) na trama de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira. Vale lembrar que

Leandra Leal está prestes a viver um romance lésbico nos cinemas. Recentemente a artista gravou cenas de sexo com Mariana Ximenes para o longa-metragem “O Uivo da Gata”.

Fonte:Bahia Noticias

Associação de gays e lésbicas pede retirada de comercial da Schin

No vídeo, um homem fica constrangido ao descobrir que uma mulher era um travesti ( Confira o Vídeo no Quadro ao Lado)

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) enviou nesta segunda-feira um ofício ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) pedindo a imediata retirada do ar de um comercial da cerveja Nova Schin. Em nota, a associação diz que o comercial é discriminatório e debocha dos travestis.

Narrada por um repentista, a propaganda é ambientada numa festa de São João. Um grupo de cinco amigos toma uma Nova Schin quando aparece uma mulher caminhando na rua. Um deles, “Marcão, garanhão, rápido como um coristo, partiu em direção a ela, mas quando a reparou, vixe, deu inté dó: olhou o tamanho do pé, o volume e o gogó, mas constatou que a sua paixão de noite era Maria, mas de dia era João”. Marcão fica constrangido, e os quatro amigos dele, sentados e observando de longe, riem da situação. Na última cena da propaganda, porém, o homem vestido de mulher senta na mesa e toma cerveja com o grupo.

“O comercial contribui para referendar e banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida”, diz na nota o presidente da ABGLT, Toni Reis. O texto cita uma pesquisa feita na Parada LGBT de São Paulo em 2005, segundo a qual 77% dos travestis e transexuais afirmaram já ter sofrido agressão verbal ou ameaça de agressão em virtude de sua sexualidade.

“Ao mesmo tempo em que entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar-se da fragilidade de uma população para vender um produto. Isto não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana”, acrescenta Reis.
A ABGLT se define como uma entidade de abrangência nacional, fundada em 1995, congregando 257 organizações com o objetivo de defender e promover a cidadania dessa parte da população.

Fonte: O GLOBO